Com tecnologia do Blogger.

Mariana, a Miserável


O seu nome enquanto artista e ilustradora já é, por si só, um bom título para este post. "Ser Miserável" é mais do que uma característica, é uma perspectiva interessante para encarar o lado aborrecido da vida. Olhar de frente, com um sorriso, o azar e todas as partidas do dia-a-dia é a sua melhor forma de expressão e também o que torna o seu trabalho único e mais próximo de nós.


Se ainda não conhecem a Mariana, aproveitem para ler um pouco sobre ela aqui.




Quem nasceu primeiro, a Mariana, a miserável ou a Mariana ilustradora?
Podemos considerar que Mariana a miserável é o ovo e Mariana ilustradora é a galinha (isto não soa muito bem), não existe uma ordem, provavelmente uma não sobreviveria sem a outra. As duas são igualmente importantes, crescem porque se alimentam uma à outra.

As músicas populares, das quais todos sabemos a letra, que ilustras e podemos ver na tua hashtag #storiesdamiserável também são uma inspiração para ti? Como surgiu essa ideia?
A ideia surgiu de um momento em que estava subterrada em trabalho, em que precisei de voltar ao ponto de partida, quando desenhava para me divertir, sem limitações, sem destino para esses desenhos. Esse exercício para mim tem sido libertador porque me tem relembrado das razões pelas quais que me tornei ilustradora. Não há critério na escolha da música, têm sido as que mais me inspiram.

Quais são as coisas que nunca podem faltar na tua mesa/espaço de trabalho?
Paz de espírito, o meu gato, comida boa.


Qual é a história por detrás de cada um dos teus Miserable Little Book?
Queria fazer uma colecção de fanzines de desenhos meus com a particularidade de serem pequeninos, em fole, dobrados e colados à mão, características que apenas são possíveis em edições com uma tiragem relativamente pequena e muito amor. Embora se tratasse de uma colecção, nunca houve preocupação em haver continuidade das histórias que conto em cada um deles, apenas têm em comum a vertente de auto-ajuda. Em 2013 “how to be happy when you’re miserable”, em 2014 “New Year’s resolutions that are probably in vain” e em 2016 “impossible kamasutra”.

Se a vida enquanto freelancer fosse tua professora, que lições é que ela te tinha dado até agora?
Se a vida enquanto freelancer fosse professora seria alguém às vezes que me faz com dores de barriga dos nervos mas que no fim do dia me dá beijinhos e fica tudo bem.

Com que hobbies ocupas o teu tempo?
Não sei se se pode considerar um hobbie estar com pessoas que me são queridas mas é algo que levo muito a sério. Isso e comer.


Que livro andaria sempre contigo?
“Onde está o wally? “Porque foi o meu primeiro livro preferido e porque aquele caos todo faz parecer tudo mais calmo.

Que filme verias vezes sem conta?
Este exercício de escolher só um filme é um bocadinho injusto mas talvez "Where the Wild Things Are" porque é lindo e tem a melhor banda sonora.

Numa palavra como definirias o trabalho de um ilustrador?
Iluminar


Passem pelo instagram dela e pela loja que estão cheios de coisas bonitas.

Todas as imagens foram retidas do website e loja online da Mariana.

Sem comentários